Arcoverde só terá sinal de TV analógico desligado em 2023


A TV analógica com sua constante instabilidade e péssima qualidade de transmissão ainda vai demorar para se despedir do público arcoverdense. Conforme o site Seja Digital, Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, ainda tem sete anos de sinal analógico, com desligamento previsto somente para 31 de dezembro de 2023. O município um dos mais populosos do Sertão pernambucano só conta com 1 canal em transmissão HD. A TV Asa Branca, afiliada Globo, começou em julho de 2014 a transmissão dessa qualidade no canal 19.1. Para captar a transmissão HD é preciso ter uma antena UHF e TV com conversor integrado, ou adquirir o conversor externo.

As outras emissoras do município (TV Jornal/SBT, TV Pernambuco, TV Clube/Record e TV Tribuna/Band) estão atrasadas em relação à implantação do seu sinal digital, mesmo já tendo autorização do Ministério das Comunicações para realizar esse tipo de transmissão. A queda de sinal via satélite dessas emissoras muitas vezes deixa milhares de telespectadores espalhados pelo município revoltados com o sinal fora do ar.

O sinal digital também possibilita assistir à programação em aparelhos portáteis, tais como smartphones, mini-TVs, notebooks e demais aparelhos com telas pequenas com capacidade de sintonizar a TV digital. Desse modo, o telespectador pode estar caminhando na rua, dentro do carro ou em ônibus enquanto assiste ao seu programa favorito.

A diferença básica entre o sinal digital e a imagem da TV comum está no número de linhas da tela do televisor. Nas tradicionais TVs de tubo de imagem, o vídeo é formado por 480 linhas, que preenchem a tela em altíssima velocidade. Em uma TV de alta definição, o mesmo vídeo é formado por 1080 linhas, o que gera uma imagem de qualidade muito superior.


Reportagem de Darcio Rabelo
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário