Documentário sobre a cultura de Arcoverde será lançado hoje no SESC



Com o intuito de evidenciar a efervescência cultural ocorrida entre os anos de 1990 e 2000, em Arcoverde, no Sertão do Moxotó, o documentário ‘Anuário de Artes do Sertão: Arcoverde’, dirigido pelo produtor cultural e cineasta Lula Moreira, será lançado nesta quinta-feira (24) na cidade. A produção, que possui 20 minutos de duração, foi realizada pela Associação Urugungo em parceria com o Ponto de Cultura Orquestra Sertão, tendo como foco o fortalecimento das produções artísticas e culturais do município, relatadas através de suas personalidades.
Contando com o incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Funcultura, o documentário reúne mestres tradicionais da cultura popular, como Severina Lopes (Coco Irmãs Lopes) e Cícero Gomes (Coco Trupé de Arcoverde), os músicos Cacau Arcoverde e Rodolfo Barreto, além de personagens importantes como Lula Calixto, Noé Lira, Clivaldo Nunes e Tenório Barros, enfatizando produções desencadeadas durante um período repleto de transformações na cidade, conhecida por ser a porta de entrada dos sertões de Pernambuco.
“Exploramos no filme aspectos que agitaram o movimento da cultura local, como o surgimento da banda Cordel do Fogo Encantado, a fase de levante do coco de roda, entre outros pontos de importantes, contando com acervos fotográficos e de vídeos daquela época”, adiantou Lula Moreira. “O documentário também enfatiza o crescimento da cultura popular na região, através mestres de pífanos e vários outros grupos artísticos”, comentou. O lançamento do documentário é aberto ao público e começa às 19h, no Teatro Geraldo Barros, localizado no Sesc Arcoverde.

Reportagem de Folha das Cidades
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário