Madalena retoma governo familiar no segundo mandato

Após a Folha adiantar a indicação da esposa do deputado estadual Eduíno Brito (PP), Patrícia Costa de Brito, para a Secretaria de Assistência Social e a saída do atual secretário de Desenvolvimento e vice-prefeito do governo, Wellington Araújo, a prefeita de Arcoverde, Madalena Britto (PSB) resolveu anunciar a composição do secretariado de seu segundo governo.

O novo secretariado retoma o Governo familiar implantado em 2013, com a volta do filho da prefeita, Carlos Fernando Britto (Cal), para a Secretaria de Governo e Articulação, que estava ociosa devido a pressão da oposição e do ministério público contra o nepotismo praticado na administração municipal. 

A outra novidade do secretariado é a chegada da ex-presidente da Associação Comercial de Arcoverde, Jussara Pereira, que assume o lugar do vice-prefeito Wellington Araújo na Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Em Obras e Projetos Especiais foi confirmado o assessor de Wellington, Aildo Biserra, deixando de lado um nome de um engenheiro do ramo de entretenimento que se ventilava em ser secretário. Aildo substitui o engenheiro Ricardo Lins, que saiu ainda em setembro deste ano.

Patrícia Padilha que estava na Assistência Social vai para Educação, assumindo a vaga até então ocupada pelo professor e engenheiro Kerly Lafaiete. Na comunicação foi confirmada a até então Diretora de Imprensa, Teresa Padilha, que assume a vaga da atual secretaria Cristhiane Cruz (Kit).

Nas demais pastas nenhuma novidade, permanecendo os mesmos secretários em Turismo (Albérico Pacheco), Administração (Aloisio Brito), Saúde (Andreia Britto), Finanças (Luciano Brito), Serviços Públicos (Fred Gomes), Controladoria (José Aldênio), Agricultura (Alberto Vaz), AESA (Roberto Coelho), Arcotrans (Vlademir Cavalcanti) e Fumpremac (Ésio Antônio de Brito).

Com a composição do novo Secretariado para o período de 2017 a 2020, a prefeita Madalena Britto (PSB) confirma o governo amplamente familiar com dois filhos (Andreia e Cal) e um genro (Luciano Brito) no primeiro escalão do governo. Esperar para ver nos demais escalões que vai voltar.  

Reportagem de a Folha das Cidades

Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário