Com morte de Marisa, Humberto embarca para São Paulo


O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), viajou a São Paulo, na manhã desta quinta-feira (2), para prestar apoio e solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à sua família, em razão da morte da ex primeira-dama Marisa Letícia. O quadro clínico de dona Marisa foi considerado irreversível desde a noite dessa quarta-feira.

Internada por conta de um acidente vascular cerebral desde o dia 24 no Hospital Sírio Libanês, Marisa terá os órgãos doados, de acordo com informação divulgada por Lula nas redes sociais nesta manhã. Além de autorizar a doação dos órgãos, a família também agradeceu todas as manifestações de carinho recebidas nos últimos 10 dias. 

Humberto recebeu a notícia da morte de Marisa com profunda tristeza. Segundo o senador, ela era uma mulher de força incrível e de uma discrição invejável. "De mãos enlaçadas às dela, Lula se tornou quem é. Como primeira-dama do Brasil, dona Marisa teve um papel fundamental na construção de um país mais justo e mais solidário, que ela edificou junto com o presidente Lula", disse o parlamentar.

Para o senador, dona Marisa morreu ainda nova, vítima de um AVC, mas, sem dúvida nenhuma, vítima, também, de uma caçada política implacável. 

"Houve uma perseguição midiática sem precedentes, que lhe provocou uma profunda tristeza e precipitou problemas de saúde em decorrência de um estado emocional extremamente abalado por esse cerco que se impôs à sua vida, à vida do ex-presidente e à de todos os seus familiares", afirmou. 

"Ao companheiro Lula, à família e aos amigos e admiradores de dona Marisa, minha solidariedade, meu pesar e meu desejo de que Deus os conforte", concluiu.
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário