Prefeita de Arcoverde visita obras da Adutora do Moxotó


A prefeita de Arcoverde, Madalena Britto, foi conferir de perto, na manhã de segunda-feira (20), como andam as obras da Adutora do Moxotó, em Algodões, distrito de Sertânia.
“Já estamos com nove quilômetros prontos e, agora, estamos no ritmo que planejávamos.  Após o Carnaval ainda vamos abrir mais duas frentes de trabalho. A ordem é aumentar a produção e diminuir os prazos”, garantiu o técnico da empresa Sanea, responsável pela obra, Diógenes Zacarias.
O empreendimento de aproximadamente 100 milhões vai beneficiar primeiramente Arcoverde, já que será a primeira cidade a receber as águas do Rio São Francisco com a Adutora do Moxotó e assim sanar com racionamento de água. A ideia é que se estenda também para outras cidades como Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó e São Bento do Una, no Agreste. Mais de 300 mil pessoas serão beneficiadas.
O projeto total é composto por três estações elevatórias, uma em Sertânia, outra em Cruzeiro do Nordeste e a última em Arcoverde, próximo ao Coliseu. “Já pedimos a ligação de energia no terreno, em Arcoverde. A obra acontecerá simultânea em vários locais”, explicou o técnico.
A captação vem de Rio da Barra, em Custódia, na barragem do Moxotó, que receberá as águas do São Francisco no Eixo Leste da Transposição. Serão 74 quilômetros de extensão de adutora. “Estou impressionada com agilidade da obra. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, esteve, em Arcoverde, há poucas semanas, e nos confirmou que o prazo para entrega será dezembro deste ano”, enfatizou a prefeita Madalena.
“Fico feliz por esse sonho se tornar realidade. Tudo isso, graças a um esforço conjunto do Governador Paulo Câmara e do presidente da Compesa, Roberto Tavares. A nossa luta é grande e vem desde a primeira gestão, quando conseguimos Adutora do Jatobá e, graças a ela, hoje, não estamos num verdadeiro colapso”, finalizou a prefeita Madalena, que prometeu continuar monitorando o andamento da obra da Adutora do Moxotó.
ASCOM/PMA
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário