Super Oara brilhou no 11.º Baile Municipal de Arcoverde


Na terra da Folia dos Bois, as prévias carnavalescas agitaram o sábado. Após a alegria do Bloco Urso Gagau Kids que saiu a tarde, a noite foi do 11º Baile Municipal de Arcoverde que este ano homenageou a Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos - Super Oara. A noite começou com a homenagem a Orquestra que leva o nome de Arcoverde para o mundo há 59 anos. 
Em um Esporte Clube Roberto Moraes lotado e decorado com a temática da música e dos instrumentos utilizados na Orquestra nas cores pretas, douradas e brancas, o criador da Super Oara, Egerton Verçosa do Amaral, o Beto da Oara, acompanhando por sua esposa Marli e por Elaque Amaral , o seu filho que hoje comanda a Oara , recebeu das mãos da prefeita Madalena Britto o troféu para a Rainha das Orquestras Brasileiras, não por acaso, já que a nossa Oara é uma das orquestras com mais tempo de existência no mundo de forma ininterrupta.
Em seguida, a banda baiana Babado Novo comandada por Mari Antunes abriu a festa.O baile ainda premiou como já é tradição as fantasias mais bonitas e originais. Neste ano, a vencedora da categoria feminina foi Janycleide Feitosa com a Deusa do Salgueiro e já na categoria masculina, o vencedor foi a Mandibim de Elismar Cavalcanti, que concorre na categoria desde que esta foi criada, sendo hoje considerado "hors concours", para os próximos anos.
A Orquestra Super Oara foi a segunda atração do baile e não deixou ninguém ficar parado com muito frevo no pé e os ritmos pernambucanos. A festa aconteceu literalmente até o dia raiar.
Reportagem do blog Falando Francamente
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário