Cais do Sertão reabre após um mês fechado


Após um mês fechado devido a reforma e atraso de salários, museu Cais do Sertão reabre para visitação.

Coordenador do espaço afirmou que, até a próxima semana, pagamentos de despesas serão quitados. Fechado desde o dia 22 de março, o museu Cais do Sertão, no Bairro do Recife, voltou a funcionar na manhã desta sexta (21). Ao longo de praticamente 30 dias, uma reforma no piso e o atraso no repasse de verbas para o pagamento de salários dos funcionários impediram que o local reabrisse as portas para o público, gerando expectativas e desapontamento em quem quis visitar o espaço durante esse período.
"A gente deu sorte de pegar a reabertura, porque sempre tivemos vontade de visitar", o estudante Diego Rivas. "Eu moro no Recife, mas tem muita coisa aqui que ainda não conheço", comenta Leidiane Siqueira. O espaço, desde 2014, mostra o Sertão através dos olhares de cineastas, fotógrafos, artistas plásticos, músicos e artesãos.
“Tentamos fazer uma operação à noite para reformar o piso, mas não deu certo. Houve muita poeira, o que nos obrigou a fazer uma paralisação técnica”, explica o coordenador do museu, Gilberto Freyre Neto. Além da reforma, o atraso dos salários dos 31 funcionários e de outras contas para pagar também foi um empecilho para a normalização do funcionamento do local.
Ainda de acordo com o coordenador do museu, há lentidão na transferência dos R$ 285 mil que custeiam o funcionamento do equipamento. O valor é repassado através de um convênio com o governo de Pernambuco.
“Nesse processo, a gente tem alguns descompassos que geram lentidão na transferência desses recursos, mas acredito que na próxima semana a gente vai ter o pagamento de boa parte dessas despesas que estão em atraso”, garante o responsável pelo Museu.
Reportagem do G1 de Pernambuco
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário