Estudantes voluntários da Puc-RJ constroem cisternas em Riacho das Almas


Um grupo de estudantes de engenharia ambiental da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (Puc-Rio) e profissionais de várias áreas estão em Riacho das Almas desde o início da semana em uma missão nobre. Depois de um financiamento coletivo online em parceria com a ONG Habitat para a Humanidade Brasil, o grupo levantou R$ 58 mil, valor destinado à construção de quatro cisternas na zona rural de Riacho das Almas.

O trabalho está sendo apoiado pela Prefeitura de Riacho das Almas. Uma das famílias beneficiadas é a da agricultora Gicélia Alves, moradora do Sítio Chambá: “Essas cisternas vão ajudar a gente e muito. Porque agora vamos poder juntar água em casa ao invés de precisar percorrer 3 km para pegar água na cisterna comunitária”, comemorou.

Para o coordernador de voluntariado da ONG Habitat para a Humanidade Brasil Mateus Mendes, a iniciativa traz vantagens tanto para quem recebe as cisternas, quanto para os voluntários que participam do projeto: “Além de eles se mobilizarem para levantar doações para o projeto, a experiência de fazer o trabalho acontecer é muito enriquecedora para os voluntários. A visão de mundo deles muda completamente”, explicou.

Um dos voluntários é o oficial da Marinha Mercante Djan Magno. Ele afirma que está sendo uma experiência importante ajudar as pessoas: “Está sendo incrível! A gente aprende a valorizar as coisas simples da vida”, disse. Já a psicóloga Helena Dimantas aproveitou as férias para acompanhar o grupo: “Quando recebi o convite de uma amiga minha pra vir pra cá, não pensei duas vezes. Aproveitei as minhas férias para ajudar esse projeto sem titubear”.



As quatro cisternas têm capacidade para 16 mil litros de água cada, e as famílias escolhidas para receber os reservatórios passaram por uma triagem que levou em conta fatores como renda familiar e dificuldades enfrentadas para conseguir água.


Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário