Exportações crescem mais de 200% em março no Porto de Suape


Os embarques de combustíveis e derivados de petróleo para o exterior aumentaram 690% 

A exportação de granéis líquidos, que concentra as cargas de combustíveis, químicos e derivados de petróleo, cresceu 690% no último mês de março, em comparação com o mesmo período do ano passado. O total dessas cargas enviado para o exterior foi de 104,1 mil toneladas, contra 13,1 mil toneladas em março de 2016. Considerando todas as cargas exportadas, que incluem contêineres e veículos além dos líquidos e gases, o Porto de Suape registrou um aumento de 206% no período analisado (151,5 mil t), comparando-se com 2016 (49,4 mil t). Os dados refletem no aumento da movimentação geral de cargas em março, que somou 2,02 milhões de toneladas, subindo 21% em relação ao mês de 2016, e maior do que janeiro e fevereiro deste ano, cujos números divulgados foram 1,81 mi e 1,54 mi, respectivamente.
As importações também registraram crescimento de 17%, passando de 497,8 mil toneladas em março de 2016, para 582,9 mil toneladas no mês passado. Os embarques e desembarques de cabotagem subiram 15% e ainda são as principais operações de carga em Suape, com 1,28 milhão de tonelada.
Os contêineres mostraram desempenho positivo tanto na quantidade de TEUs, quanto na tonelagem, somando 37,3 mil TEUs (+30%) e 446,5 mil toneladas (+17%), em relação a março de 2016. Já para os granéis líquidos, o principal tipo de carga movimentada no Porto de Suape, o crescimento foi de 20%, sendo o total movimentado no mês de 1,47 milhão de tonelada. Os granéis sólidos, que apresentaram um crescimento moderado ao longo dos últimos meses, registraram 134% de aumento na movimentação de março, com destaque para escória (matéria prima para fabricação de cimento). Apenas a carga geral solta apresentou queda no período analisado. Em março, a movimentação foi 54% menor em relação a 2016.
TRIMESTRE – No acumulado do ano, a movimentação geral de cargas somou 5,38 milhões de toneladas e subiu 12% em comparação com o primeiro trimestre de 2016. Os granéis líquidos foram responsáveis por 72% de toda a movimentação do Porto de Suape, com 3,85 milhões de toneladas e incremento de 6% ante 2016. As cargas conteinerizadas, o segundo tipo mais movimentado, também cresceram de janeiro a março, fechando o período com percentuais de +26% para a tonelagem (1,30 milhões de t) e +29% para TEUs (107,9 mil). Os granéis sólidos, apesar de ser a terceira carga em volume no porto, apresentaram o maior percentual de crescimento (116%), com 141,4 mil toneladas. As exportações no trimestre evoluíram 64%, totalizando 394,5 mil toneladas, e as importações 1,46 milhão de tonelada, com avanço de 29%. 
VEÍCULOS – O primeiro trimestre também foi positivo para a movimentação de veículos. As importações e exportações de carros aumentaram 31% no período, contabilizando 10.698 veículos. De janeiro a março de 2016, foram movimentadas 8.175 unidades. As montadoras GM e Toyota importaram 2.360 veículos e o Grupo FCA realizou a exportação de 8.338 carros.
“Registramos crescimento no volume movimentado em todos os tipos de cargas e navegação. O mês de março foi muito positivo, o melhor do trimestre, que mostra uma tendência de evolução nos próximos meses para as principais cargas em tonelagem, que são os granéis líquidos e contêineres. Também esperamos superar a movimentação de veículos de 2016 em pelo menos 50%”, pontuou Marcos Baptista, presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape.


Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário