Indígena é prioridade na educação de Pernambuco


A Rede Estadual de Educação de Pernambuco tem 142 escolas indígenas, 1.222 professores indígenas e 10.635 estudantes indígenas.  As escolas estão localizadas em 15 municípios nas regiões do Agreste e no Semi-Árido do Estado. Pernambuco é único sistema de ensino do país que oferta todas as etapas de ensino aos povos indígenas, desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, passando pela Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Normal Médio.

Entre as políticas públicas que abrangem a Educação Escolar está a criação do Conselho de Educação Escolar Indígena de Pernambuco, com as representações dos 12 povos; a criação dos eixos temáticos terra, identidade, história, organização social, interculturalidade e bilinguismo, que norteia o ensino e as atividades pedagógicas nas escolas indígenas; a participação de indígenas no Conselho de Alimentação Escolar; formações inicial e continuada para professores indígenas e, recentemente, a realização do Seminário Sobre Categoria e Concurso para Professor Indígena.


De acordo com Caetano Bezerra, superintendente de Política Educacional Indígena da Secretaria Estadual de Educação, Pernambuco pode se tornar o segundo estado brasileiro a criar concurso para professor indígena, após as discussões realizadas durante o Seminário. “Demos um passo importante na valorização da nossa educação e podemos, sim, reconhecê-los assim como Roraima fez”, disse.
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário