Paulo Câmara oficializa mudanças no secretariado e reforça o compromisso do Governo de Pernambuco com a população



O governador Paulo Câmara empossou, nesta quinta-feira (28.09), no Palácio do Campo das Princesas, novos comandantes de secretarias de Estado. Nilton Mota deixou a Agricultura e Reforma Agrária (SARA) para  conduzir a Casa Civil; Antonio Figueira, que estava à frente da pasta, assumiu a Chefia da Assessoria Especial do Governador, que antes era comandada por Zé Neto - que passou a coordenar a Executiva de Relações Institucionais da Casa Civil; e Wellington Batista entrou na gestão para administrar a SARA. Paulo destacou que as mudanças são ajustes que dialogam com o compromisso do Governo de Pernambuco de sempre trabalhar para promover o melhor para a população.

"Quero reafirmar a vocês que o nosso foco é governar Pernambuco e trabalhar para melhorar a vida do povo. Ninguém pode sair desse caminho. O caminho é o povo de Pernambuco. É conversar, dialogar, ter transparência e ter entrega, doações. É isso que nossa equipe faz: fazer com que as coisas aconteçam. Sabemos que contamos com gente que nos ajudou demais e que fez equipes coesas, pé no chão e que souberam dar respostas. E, hoje, só tenho a agradecer e pedir que todos continuem a ajudar”, afirmou o governador Paulo Câmara, acompanhado da primeira-dama Ana Luiza Câmara.
 
O chefe do Executivo estadual registrou o bom trabalho realizado por Nilton Mota frente à pasta de Agricultura e Reforma Agrária e destacou que ele e José Neto encontrarão uma Casa Civil estruturada. “Nesse novo papel, continuem a ouvir a sociedade civil, a classe política e a fazer as parcerias necessárias junto aos prefeitos e prefeitas, ajudando Pernambuco a se desenvolver por inteiro. O Governo do Estado tem feito muita parceria, e isso tem sido o diferencial”, ressaltou.
 
Paulo acrescentou, ainda, que o trabalho na Casa Civil continuará, com a certeza de que será bem feito e realizado com tanta paciência como pelo antecessor, Antonio Figueira. “Ele (Antonio) cumpriu um papel importante. É experiente, organizado, trabalhador e faz com que as coisas cheguem para quem precisa. Nosso governo é entrega. É atender o cidadão se colocando no lugar do cidadão e fazendo com que a gente entenda o que se passa na sociedade”, completou o governador.
 
Ao novo secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista, o chefe do Estadual deu as boas vindas e afirmou que o novo gestor verá uma equipe trabalhadora e solidária. “Privilegiamos a agricultura familiar, trabalhamos para que chegue água para a população da Zona Rural. E, agora, vamos ter a oportunidade de continuar esse trabalho. Não tenho dúvida de que Wellington vai cumprir a missão com toda competência e eficiência. Tenho muita confiança de que ele vai fazer com que as ações cheguem mais rápido ao povo”, pontuou.
 
Empossado como secretário da Casa Civil, Nilton Mota agradeceu ao governador pela confiança depositada ao longo dos dois anos e nove meses frente à pasta de Agricultura e Reforma Agrária, e reafirmou o compromisso de seguir ajudando Pernambuco a avançar na nova função. “Tenho orgulho de fazer parte da equipe do governador Paulo Câmara, pois Pernambuco é exemplo para o Brasil de como se governar com dignidade. Hoje, meu sentimento é de compromisso. Assumi uma nova tarefa na vida profissional que, talvez, seja o maior desafio que eu devo enfrentar”, destacou, acrescentando que seu antecessor, Antonio Figueira, foi “um amigo e conselheiro ao longo da trajetória na (pasta de) Agricultura”.
 
Para o novo secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista, gerir a pasta é um grande desafio, uma vez que é uma área de grande significância, do ponto de vista social e econômico para o Estado de Pernambuco. “Eu encaro esse desafio com muita disposição, com muita vontade de trabalhar. Nós encontramos uma Secretaria organizada e bem avaliada através do excelente trabalho feito pelo secretário Nilton Mota, e o nosso objetivo é manter o que está funcionando bem e avançar no que for preciso, então, estamos com muita disposição e com muita vontade de acertar”, pontuou Wellington.
 
Também estiveram presentes na solenidade o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry; os secretários Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos); Iran Costa (Saúde); Fred Amâncio (Educação); João Campos (Chefe do Gabinete do Governador); Felipe Carreras (Turismo, Esportes e Lazer); César Caúla (Procuradoria Geral do Estado); Francisco Papaléo (Cidades); Silvia Cordeiro (Mulher); Lúcia Melo (Ciência e Tecnologia); Marcelino Granja (Cultura); Márcio Stefanni (Planejamento e Gestão); Alexandre Valença (Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação); Sérgio Xavier (Meio Ambiente e Sustentabilidade); coronel Eduardo Pereira (Chefe da Casa Militar); Antônio de Pádua (Defesa Social); Marcelo Barros (Fazenda); Ruy Bezerra (Controladoria); Roberto Franca (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude); Kaio Maniçoba (Habitação); e Milton Coelho (Administração).
 
Ainda o prefeito do Recife, Geraldo Julio; o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi; o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o desembargador Leopoldo Raposo; o deputado estadual Cleiton Collins, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco em exercício; os deputados federais Danilo Cabral, Tadeu Alencar e Wolney Queiroz; os deputados estaduais André Ferreira, Claudiano Martins Filho, Francismar Pontes, Gustavo Negromonte, Isaltino Nascimento, Jadeval de Lima; Joaquim Lira; Aluísio Lessa, Eduíno Brito, Beto Accioly, Ricardo Costa, Roberta Arraes, Rodrigo Novaes, Romário Dias, Terezinha Nunes e Vinicius Labanca; o vereador Eduardo Marques, presidente da Câmara Municipal do Recife; o bispo diocesano de Caruaru, Dom Bernardino Marchió; e o ex prefeito de Olinda, Renildo Calheiros.


BREVES PERFIS:
 
NILTON DA MOTA SILVEIRA FILHO - Nilton Mota nasceu em 29 de março de 1965 e é natural de Surubim, tendo se formado em administração pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1986. Em 2007, foi nomeado chefe de gabinete da secretaria Estadual de Educação (SEE), assumindo a titularidade da pasta em 31 de março de 2010. Presidiu a Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab) onde permaneceu até junho de 2012. Convidado pelo Prefeito do Recife, Geraldo Julio, assumiu em janeiro de 2013 a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos. Acumulou a função de presidente da URB, até abril de 2013. Em 2015, na gestão do governador Paulo Câmara, assumiu o cargo de secretário de Agricultura e Reforma Agrária – para o qual foi licenciado do cargo de deputado estadual - onde trabalhou até 27 de setembro de 2017.
 
WELLINGTON BATISTA - Wellington Batista é pós-graduando em Gerência de Cidades pela Universidade de Pernambuco, pós-graduado em Políticas e Estratégias pela Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra e Cientista Social pela Fafica. Batista é secretário executivo do Diretório Estadual do PDT em Pernambuco. Foi secretário de Governo de Caruaru de 1993 a 1996 e vereador constituinte de 1989 a 1992. Também foi chefe de gabinete da Prefeitura de Caruaru de 1983 a 1988.
 
ANTONIO CARLOS DOS SANTOS FIGUEIRA - Antonio Figueira nasceu no Recife, em Pernambuco, no dia 19 de outubro de 1960. Casado e pai de duas filhas, é filho do professor Fernando Figueira, fundador do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP). Formou-se em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e se especializou em Saúde Materno Infantil no Centro Latino Americano de Perinatologia, da Organização Pan Americana de Saúde, no Uruguai. Em 1986, Figueira assumiu a Assessoria Especial do governador de Pernambuco. Figueira coordenou, em 2014, a campanha vitoriosa de Paulo Câmara ao Governo de Pernambuco. Em 2015, assumiu a gestão da Secretaria da Casa Civil, também no Governo Paulo Câmara, onde ficou até 27 de setembro de 2017.

JOSÉ FRANCISCO CAVALCANTI NETO - José Neto nasceu no Recife, em 15 de dezembro de 1971. Formado em Direito pela Faculdade de Direito do Recife, é auditor do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), onde exerceu as funções de assessor técnico da Controladoria de Controle Externo e de diretor departamental, entre outros. Atuou, também, como assessor especial do Governo do Estado e como assessor do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. No Governo Eduardo Campos, exerceu o cargo de secretário executivo de Pessoal e de Relações Institucionais da Secretaria de Administração, de 2007 a março de 2010, quando assumiu a titularidade da pasta, na qual ficou até dezembro. Desde janeiro de 2015 até 27 de setembro de 2017, foi chefe da Assessoria Especial do governador Paulo Câmara.
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário